Home Europa Alemanha Conheça a Rota da Floresta Negra, na Alemanha
Conheça a Rota da Floresta Negra, na Alemanha

Conheça a Rota da Floresta Negra, na Alemanha

4

 

Parece até um lugar de conto de fadas… assim é a Floresta Negra, localizada na Alemanha na fronteira entre a França e a Suiça. Também chamada de Schwarzwald é uma das mais belas regiões da Europa que inspiraram famosos contos infantis escritos pelos Irmãos Grimm.
A Rota da Floresta Negra cada vez mais vem conquistando os amantes de esportes e da natureza uma vez que inclui passeios belíssimos por bosques e lagos misteriosos, vilarejos medievais escondidos, banhos termais e fazendas centenárias.
Freiburg (fotos acima) é a principal cidade da Floresta Negra. Considerada a Toscana da Alemanha, por ser a cidade mais ensolarada e quente, possui uma arquitetura medieval datada de 1008. Andar a pé pelas ruazinhas, sem pressa, admirando as construções coloridas e ao som dos canais que acompanham as calçadas, é um prazer inigualável. Em cada esquina é possível encontrar uma bela atração como visitar a Freiburger Munster (Catedral de Nossa Senhora) com sua torre de 116 metros de altura é uma das mais belas obras sacras da Alemanha; o chafariz da praça Rathausplatz; a belissima loja vermelha Kaufhaus e seus telhados multicoloridos – uma construção de 1532; sentar ao ar livre em um dos café ou bistrôs da praça Munsterplatz e degustar uma típica cerveja alemã e a culinária Baden (há também a feira típica que acontece todos os dias da semana com exceção de domingo); fotografar a torre medieval Martinstor e a Rathaus (antiga prefeitura); visitar a igreja gótica Martinskirche e a fonte com o monumento do monge e alquimista Berthold Schwarz que dizem ser o inventor da pólvora.
Para quem gosta de museus, em Freiburg tem o Adelhausermuseum (Museu de História Natural e Etinologia); o Puppenmuseum (Museu de Bonecas e brinquedos de 1800 até 1950); o Wentzingerhaus (Museu de História da Cidade) que mostra os 900 anos da cidade, mosteiros e fundações além de uma maquete de Freiburg da época de 1600; o Colombischlossle (Museu de Arqueologia) localizado em um palácio neogótico leva os turista a uma viagem através do tempo expondo jóias dos túmulos dos principes celtas, metais da Idade do Bronze e mostra como os habitantes da cidade viviam na época da Idade Média; e o augustinermuseum (Museu Augustiniano)
Outros belíssimos lugares que compõem a Rota da Floresta Negra:
. Lago Schluchsee – fica na cidade de mesmo nome. O lugar é ideal para quem deseja curtir um passeio de barco e fotografar paisagem inesquecíveis e contemplar lindas casas e seus jardins floridos.
. Loffingen – uma cidadezinha romântica que fica há 50 km de Freiburg. Colorida pelas diferentes espécies de flores, o lugar lembra um cenário cinematográfico de um filme de sessão da tarde. Vale a pena conhecer e passar um dia passeando pelas ruas floridas e tomar um café em umas das típicas confeitarias da cidade.
. Baden Baden – a cidade tem um estilo mais contemporâneo misturado aos 350 anos de história. Alegre, elegante e descontraída traz um pouco do lado bistrô dos cafés, a arquitetura neoclássica, pontes históricas e o relax das termas, costume desde a época dos romanos. As “Badruinen”, ruínas dos antigos banhos romanos, fazem parte do roteiro de visitação, além dos spas Friedrichsbad e Termas de Caracalla.
DICAS:
– Por toda a viagem a Floresta Negra não deixe de experimentar as iguarias regionais como o presunto defumado, o pão forte camponês, as bebidas destiladas de ameixa ou cereja e a típica torta Floresta Negra. Aproveitem!
– O Relógio Cuco é típico dessa região então não deixe de visitar uma fábrica na cidade de Furtwangen. Outra dica é visitar um cuco por dentro: na cidadezinha de Schonach, a 15 km de Furtwangen, que há um relógio em escala 50:1 e o visitante pode aprender como funciona o mecanismo por dentro. Conheça também o maior cuco do mundo em Triberg a caminho de Schonberg que tem mais de 15 m de altura e está no Guiness Book.
Quer conhecer mais sobre o Roteiro Floresta Negra. Clique aqui!
Curta no facebook o Viajando por Aí

Gostou? Compartilhe!

Facebooktwittergoogle_pluspinterestmail

Comment(4)

Deixe uma resposta