Home Dicas de família Brasil faz acordo com 66 países para entrada sem visto
Brasil faz acordo com 66 países para entrada sem visto

Brasil faz acordo com 66 países para entrada sem visto

0

Segundo fontes do Correio Brasiliense, o Brasil fechou acordo com 66 países para que os brasileiros não necessitem de visto (categoria lazer/turismo) para entrar no país, mas continuando com os trâmites legais para permanência como turista ( visto é de três meses, mas isso varia de país a país) e, ainda, alguns países podem exigir a apresentação de certas garantias, como a reserva do hotel, passagem de retorno e comprovação de quantia financeira suficiente para utilizar durante a permanência. Para os que forem estudar, trabalhar ou residir eles continuam exigindo os vistos específicos. Entradas para estudo, trabalho ou residência definitiva exigem vistos específicos.

Conheça quais são os países, segundo o  Itamaraty:

África do Sul, Alemanha, Andorra, Antilhas Francesas, Argentina, Áustria, Bahamas, Barbados, Bélgica, Bolívia, Bósnia Guiana, Bulgária, Chile, Colômbia, Coréia do Sul, Costa Rica, Croácia, Dinamarca, Equador, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Filipinas, Finlândia, França, Geórgia, Grécia, Guatemala, Honduras, Holanda, Hong Kong, Hungria, Irlanda, Islândia, Israel, Itália, Liechtenstein, Luxemburgo, Malásia, Marrocos, México, Mônaco, Namíbia, Noruega, Nova Zelândia, Panamá, Paraguai,  Peru, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Tcheca, Romênia, Rússia, San Marino, Sérvia, Suécia, Suíça, Suriname, Tailândia, Trinidad e Tobago, Tunísia, Turquia, Ucrânia, Uruguai, Vaticano e Venezuela

O passaporte é necessário em todos os países, com exceção dos países integrantes do Mercosul que aceitam a entrada apenas com a identidade. São eles: Argentina, Chile, Bolívia, Uruguai, Colômbia, Equadror, Peru, Venezuela e Paraguai.

Curta a nossa página no www.facebook.com/viajandoai

Inscreva-se no Canal do You tube  www.youtube.com/viajandoporaifz

 

Gostou? Compartilhe!

Facebooktwittergoogle_pluspinterestmail
tags:

Deixe uma resposta