Home América do Sul Brasil Nordeste Sergipe: aposte nesse destino e surpreenda-se!

Sergipe: aposte nesse destino e surpreenda-se!

2
Quando peguei o mapa do Brasil e escolhi conhecer Sergipe, não tinha a menor ideia do que estava por vir. Busquei referências com amigos e parentes e ninguém havia viajado para lá. Mas, como sou otimista e sempre acredito que coisas boas sempre acontecem, comprei a passagem e iniciei o meu plano de viagem.
Logo de cara, quando pesquisei os passeios e a história do lugar, percebi que ia me apaixonar pela região: Sergipe era DEMAIS!!!
E não me arrependi nem um pouco em ter escolhido esse destino.
Passeios + Passeios + Passeios = Satisfação Garantida!!
Como um estado tão pequeno pode ter tantos passeios??? A resposta está nas divisas que ele faz com os estados da Bahia e Alagoas. Então, planeje no mínimo 5 dias para aproveitar a região e descobrir, sem pressa, o quanto ela tem a oferecer. Se você só tiver um feriadão de 4 dias, ok! Agarre com unhas e dentes e marque logo a sua passagem para Aracaju.
Praia de Atalaia: essa é a praia principal de Aracaju. Nela as pessoas caminham no calçadão e praticam esporte como andar de bicicleta e skate e jogar tênis e futebol. Há um trecho chamado Passarela do Caranguejo, um point noturno com muitos bares e restaurante. Vale a pena sentar e degustar o caranguejo, prato típico da região.
Oceanário de Aracaju: é um espaço gratuito mantido pelo Projeto Tamar. Lá os visitantes terão contato com espécies de peixes do Rio São Francisco e da costa de Sergipe. Programa ideal para crianças.

Centro de Cultura e Arte: esse centro é indicado para os consumidores de plantão. É possível encontrar artesanatos belíssimos em madeira, palha e renda e escolher vários souvenirs para amigos e parentes.

Cânion do Xingó: é um passeio cansativo para quem optar por bate-volta de Aracaju, pois fica a 210 km de Canindé de São Francisco de onde sai o catamarã (3 horas de viagem) mas é imperdível! O Cânion se formou após o represamento do Rio São Francisco para construção, em 1994, da Hidrelétrica do Xingó, na divisa de Sergipe com Alagoas. As águas subiram quase 100 metros e os paredões formaram esse lindo cânion navegável. Ao embarcar, são cerca de 3 horas de passeio até o retorno ao restaurante Karrancas. Durante o passeio tem um tempo para explorar o local com uma canoa e também para flutuação… uma delícia curtir as águas esverdeadas do Velho Chico.
Uma outra opção é na volta dormir em Piranhas (Alagoas), terra do cangaceiro Lampião, e no dia seguinte fazer a Rota do Cangaço (dica do Blog www.matraqueando.com.br). Esse passeio leva uma manhã toda e não tive tempo para fazer pois optei por fazer o Delta do São Francisco.

Delta do São Francisco – esse é outro passeio de dia inteiro, mas também imperdível. O pacote já inclui almoço. O transporte vai até a cidadezinha de Brejo Grande onde se embarca em um catamarã e a navegação dura em torno de 1 hora de viagem até o Delta. É chamado de Delta o encontro do Rio São Francisco com o Oceano Atlântico. Onde se atraca é um lugar lindo com dunas branquinhas, coqueiros salpicando as areias e lagoas transparentes.

Mangue Seco – outro passeio de dia inteiro, mas também imperdível!!! É um lugar paradisíaco que fica no norte da Bahia, cerca de 75 km de Aracaju. A praia de Mangue Seco foi cenário da novela Tieta, inspirada na obra de Tieta do Agreste, de Jorge Amado. Lá, é possível fazer uma aventura de bugre e aproveitar as inúmeras barracas de praia e saborear deliciosas iguarias baianas.

Usina Hidrelétrica do Xingó: Fica entre os estados de Alagoas e Sergipe. É um passeio interessante para conhecer o funcionamento de uma usina hidrelétrica.

Mercado Municipal Antônio Franco: é um mercado popular estilo Mercado Modelo em Salvador que comercializa desde castanha de caju, diferentes pimentas, cerâmicas, queijos, ervas e artesanatos em geral. Achei um passeio interessante para quem tiver tempo livre.
São Cristovão e Laranjeiras – São cidades histórias que ficam a 30 km de Aracaju. Para quem curte construções antigas lá é um museu a céu aberto onde pode-se apreciar monumentos barrocos dos séculos 17 e 18.

Onde se hospedar?
Na minha opinião, achei que a Praia do Atalaia se concentra a melhor rede hoteleira. São hotéis variados com preços justos que atendem o bolso de qualquer viajante. Aracaju não é considerado um lugar caro!
Na época eu fiquei no Real Classic e a suíte era muito confortável e com varanda de frente para o mar e para a piscina do hotel.

Até a próxima!!
Curta também o www.facebook/viajandoai!

Gostou? Compartilhe!

Facebooktwittergoogle_pluspinterestmail

Comment(2)

Deixe uma resposta