Home África Marrocos Mini Guia de Marrakech: o que fazer em 2 dias na cidade
Mini Guia de Marrakech:  o que fazer em 2 dias na cidade

Mini Guia de Marrakech: o que fazer em 2 dias na cidade

20

Conhecer Marrakech é um grande desafio porque a cidade tem tantas coisas interessantes para se fazer que você precisará ficar pelo menos um mês por lá rsss. Claro que não seria uma má ideia, uma vez que amamos o país (Leia o nosso roteiro “Marrocos com Criança: um roteiro lúdico e com muitas experiências“). Mas se você tem pouco tempo, o mais importante é focar em quais atrações gostaria de visitar e montar um roteiro objetivo. Museus, riads, jardins, shoppings, lugares históricos? Sei que fazer um roteiro não é fácil e exige muita paciência e pesquisa, ainda mais quando se fala em um país com uma cultura tão diferente como Marrocos!

Pensando nisso e querendo otimizar o nosso tempo (ficamos só 4 dias), decidimos fazer tudo com uma empresa especializada.  Escolhemos a Ppath Morocco para fazer todos os passeios até o deserto e foi o grande diferencial da viagem, pois vivemos muitas experiências inesquecíveis e conhecemos de perto a cultura marroquina (coisas até que nem encontramos na internet).

Reserve seu hotel em Marrakech

booking

 

Chegada em Marrakech

Chegamos no aeroporto de Marrakesh por volta das 11 horas da noite e já ficamos maravilhados com tudo que vimos. Como é proibida a entrada no saguão do aeroporto, a não ser quem vai embarcar, uma pessoa da agência estava com uma plaquinha esperando por nós na porta de saída e nos conduziu até o carro. Isso foi fundamental para a gente que estava tendo o primeiro contato com a cultura deles. Dali do aeroporto partimos para o Riad Shambala, onde ficamos hospedados por 2 noites.

marrakech3
Serviço de translado do aeroporto de Marrakesh até o riad, da Agência Ppath Morocco

______________________________________________________

Informações Básicas sobre Marrakesh

Fuso horário: 4 horas a mais do Brasil

Moeda local: Dirham ou Euro

Lingua oficial: Árabe e francês como segunda língua. No comércio eles falam praticamente todas.

Visto: Não necessita de visto de entrada e nem certidão de nascimento traduzida

Vacina: Não necessita de vacina

______________________________________________________

 

marrakech4

Mini guia de Marrakesh

Nós fomos para Marrocos no ínio de abril e achamos a época maravilhosa, não só pelo clima ameno, mas pela estação da primavera. Tudo estava colorido e florido!

Marrakesh é conhecida com a cidade vermelha e é fácil notar quando caminhando pelas ruas e observamos os tons avermelhados na maioria das suas construções, tanto na parte antiga como na parte nova. O que a torna tão encantadora são os contrastes culturais, como os coloridos dos tapetes e das cerâmicas, os cheiros das especiarias, o sabor das frutas e dos doces, a loucura dos souks (mercados) com o vai e vem das pessoas, junto com as motos e os burrinhos levando cargas. Isso é Marrakech!

No dia seguinte que chegamos, já queríamos ver tudo! Marcamos o primeiro city tour com a Ppath Morocco e tivemos o prazer de conhecer a Ângela, dona da empresa, que nos acompanhou em todos os passeios e tivemos a oportunidade de conversar melhor sobre a empresa e os serviços oferecidos.

Marrakech2
Andando pelas ruas de Marrakech com a Ângela, da Ppath Morocco, ao encontro do guia

1. Mesquita Koutoubia e seus os jardins

Iniciamos com uma caminhada pela cidade e o primeiro lugar foi conhecer a Mesquita Koutoubia, que é o ponto mais alto de Marrakesh, medindo 69 metros de altura. Nada pode ser acima disso, como uma forma de respeito a crença islâmica. Sua construção foi na época do califa Abd al Mu-min e seu maior destaque é o enorme minarete, que se assemelha a Giralda de Sevilha, na Espanha. É a mesquita mais importante de Marrakesh onde comporta mais de 2.000 pessoas. Seu nome significa”Mesquita dos Livreiros” pois era rodeada por vendedores de livros nos tempo remotos, quando era considerada uma das maiores do mundo islâmico,  em 1158.

marrakesh5
A Mesquita Koutoubia é um dos símbolos de Marrakech.

2. Mellah, o famoso bairro Judeu

Da mesquita partimos para conhecer o tradicional Mellah,um bairro  onde os judeus moram e tem seus comércios. Logo que entramos já percebemos diferenças na arquitetura e a cor das casas. O comércio vende de tudo como frutas secas, tecidos, ervas, sabonetes, roupas, sapatos e tudo mais.

marrakesh6
Ruas do Mellah, bairro judeu em Marrakesh
souks5
Especiarias e ervas aromáticas são comercializadas pelos judeus do bairro Mellah

3. Visita o Palácio Badi e as Tumbas Saadianas

Erguido no séc. XVI, foi decorado com ouro, cristal  e pedras preciosas, chegando a ser um dos palácios mais luxuosos e rico do mundo, por isso o nome El Badi – “o incomparável”. Foi saqueado e hoje só tem as ruínas e os locais das tumbas dos membros reais da Dinastia Saadi e seus subordinados de confiança.

marrakesh7
As tumbas saadianas e o Palácio de Badi são visitadas por centenas de turistas diariamente. Detalhes dos mosaicos coloridos nas paredes e a madeira entalhada.

4. O suntuoso Palácio Bahia

Fomos vistar o belíssimo Palácio Bahia, residência do Grão Vizir Si Moussa, que era o conselheiro do Sultão. É um ícone na arquitetura marroquina, demonstrando claramente as cores, os mosaicos e as formas de construção. A visita é muito interessante por passar por vários ambientes (são 150 cômodos), como salões e quartos e chegar nos pátios centrais, com jardins lindos e belas fontes. Uma bela obra onde artesãos norte africanos e espanhóis participaram em cada detalhe da obra.

marrakech8
O colorido pátio principal do Palácio Bahia.
marrakech9
Detalhes de alguns dos ambientes do Palácio Bahia por dentro

5. Almoço no Les Ammonites, um típico riad marroquino

Saímos do Palácio Bahia e fomos conhecer um outro riad e ter uma deliciosa experiência gastronomia. O Riad Les Ammonites fica dentro da Medina Antiga e possui uma cozinha bastante típica. Um verdadeiro lugar de paz e tranquilidade no meio da correria de Marrakesh, não só para almoçar mas para se hospedar. Francesca, a gerente do riad, nos recebeu carinhosamente e nos proporcionou momentos incríveis junto com sua equipe. A comida estava espetacular, fora que o ambiente é bastante aconchegante e o terraço tem uma vista linda da Medina.

riadlesammonites2
O aconchegante Riad Les Amonites, em Marrakech, é uma ótima opção de hospedagem e almoço.
riadlesammonites1
O Riad Les Amonites possui uma cozinha internacional com almoço típico marroquino

6. Visita aos souks e artesãos

Depois de um almoço esplendoroso, partimos para conhecer os souks, que são os mercados típicos. São inúmeras ruas bem estreitas com infinitas tendas que vendem de tudo. É um verdadeiro labirinto que passa motos, bicicletas, burrinhos com mercadoria e um vai e vem efervescente de pessoas. No início ficamos um pouco baratinados, mas logo nos acostumamos! Só achamos extremamente importante passear com um guia, para não se perder, conhecer as curiosidades locais e aprender a negociar com os comerciantes!  Compramos babuche (tipo um chinelo marroquino) para a Luna, uma linda djellaba (vestido típico), souvenir, doces e frutas secas.

marrakech15
Os souks de Marrakech ficam em ruas estreitas e com milhares de lojas vendendo de tudo.
marrakech14
Ângela e a guia nos mostrando os labirintos dos souks de Marrakesh

7. Conhecer a Praça Jemaa el-Fna e sua feira

Essa praça é uma das atrações mais visitadas de Marrakesh e fica no centro da Medina. É um lugar tradicional onde os antigos comerciantes chegavam em suas caravanas e comercializavam suas mercadorias e essa tradição dura até os dias de hoje. Tem inúmeras tendas que vendem comidas, frutas secas e artesanatos e, durante o dia, é o local onde pode-se encontrar os encantadores de cobra, os simpáticos macacos e os músicos da região. Em volta dela tem os terraços e cafés onde as pessoas podem apreciar a vista da cidade e degustar um saboroso chá de menta.

 

marrakech17
A Praça Jemaa el-Fna é uma visita quase que obrigatória para quem vai a Marrakesh
marrakech16
De dia a Praça Jemaa el-Fna é palco para os artistas, encantadores de cobras, músicos e macacos adestrados.

 

No nosso segundo dia de city tour com a empresa Ppath Morocco fizemos as seguintes atrações:

8. Passeio de carruagem pela parte nova de Marrakesh

Saímos cedo do Riad e pegamos uma carruagem para passear pela parte nova da cidade. Passamos pelos enormes hotéis, shoppings e avenidas. Tudo tão lindo e diferente do que havíamos conhecido na parte antiga. Fomos em direção ao deslumbrante  Jardim Majorelle.

marrakech18
Com a Ppath Morocco fizemos um passeio delicioso de carruagem pela parte nova de Marrakech.

9. Visita ao exótico Jardim Majorelle

É um belíssimo jardim que foi criado pelo pintor francês Jacques Majorelle quando visitou Marrakech. Construiu uma casa azul, em estilo mouro, na parte central do terreno e a sua volta plantou uma variedade de plantas. Após sua morte, o estilista francês Yves Saint Laurent comprou o lugar e ampliou o jardim, trazendo plantas de todo o mundo. No espaço tem lagos, fontes, um cafe estiloso, museu e um memorial onde estão enterradas as cinzas do estilista.

marrakech19
A linda casa azul em estilo mouro fica no centro do Jardim de Majorelle, envolvida por plantas do mundo todo.

10. Aula de culinária em Marrakech

Esse foi um outro momento bastante especial na cidade, quando fomos conhecer o Dar Les Cigognes, um riad 4 estrelas que faz parte do grupo Les Sansouci Collection, e fazer aula de culinária na melhor escola de culinária marroquina do mundo, com o Chef francês Pierre Herve. A aula é muito divertida e totalmente prática. Paulinho fez o famoso cuscuz marroquino e depois almoçamos no belo terraço do riad. Leia a matéria completa “Sanssouci Collection e a incrível aula de culinária em Marrakech

sanssouci12
Paulinho tendo aula de cuscuz marroquino com o chef francês Pierre Herve, do Sansouci Collection.

11. Visita a Praça das Especiarias

Fomos em direção ao Jardim Secreto e passamos pela perfumada praça das especiarias, um lugar bastante interessante com várias lojinhas que comercializam essas delicias. Nela podemos encontrar vários artesanatos e terraços com cafés bonitinhos para dar uma pausa no passeio pela cidade.

marrakech12
Paulinho e Ângela, da Ppath Morocco caminhando pela Praça das Especiarias.

12. O Mágico Jardim Secreto

Quase ninguém ouviu falar desse lugar mas vale a pena a visita. Um verdadeiro oásis botânico no meio da Medina Antiga. O Jardim Secreto tem mais de 400 anos e é dividido em dois jardins com plantas do mundo todo e o projeto foi feito separando áreas como se fosse contando histórias a partir das características das plantas. Tem uma esquema super interessante de irrigação por canaletas. Tem um pergolado central com uma linda fonte e um café na parte de cima da torre.

marrakech20
O Jardim Secreto é um verdadeiro oásis no meio da Medina de Marrakech. Tem um terraço charmoso com vista 360 graus e um café para relaxar.
marrakech21
O Jardim Secreto possui plantas do mundo todo e tem um sistema interessante de irrigação por canaletas.

 

Nos arredores de Marrakech

Uma das grandes surpresas que a Ângela, da Ppath Morocco, nos fez foi nos apresentar a zona rural de Marrakech. Foi super agradável ver a parte do campo e os cenários lindos que estão em volta da cidade. Muitas vezes só focamos nas atrações mais turísticas e esquecemos de conhecer outras coisas diferentes e  mergulhar ainda mais na cultura do povo. E foi assim em Marrakech quando fomos conhecer dois lindos lugares.

 13. Tarde de Relax no Relais de Marrakech

O Relais de Marrakech fica a 15 minutinhos da cidade e é uma espaço enorme de integração com a natureza. Tem área de lazer, lounges para relaxamento, spa e diferentes modalidades de hospedagem como camping, tendas africanas e suítes. Passamos uma tarde maravilhosa desfrutando dessa experiência no campo.

camping2
O Relais de Marrakech é um lugar diferenciado para curtir a zona rural de Marrakech
camping
No Relais Marrakech, tem vários lounges no gramado para relaxar e fazer uma deliciosa refeição descontraída.

14. Vivência Marroquina no Jnanat Aicha Guesthouse

Depois de dois dias em Marrakech, passamos mais dois dias hospedados no  Jnanat Aicha Guesthouse que fica há 45 km de Marrakech. Foi uma vivência única onde podemos acordar contemplando as majestosas montanhas do Atlas, nos vestir com as roupas marroquinas, fazer as refeições típicas (inclusive o pão caseiro ao modo berbere feito no forno de barro), experimentar o incrível hamman (como um banho turco seguido de massagem). Leia a matéria completa “Jnanat Aicha, um riad rural perto de Marrakech

Quando estávamos lá fizemos dois passeios super bacanas: Cascatas de Ouzourd e a cidade de Essaouira (Leia a matéria completa “Essaouira: um bate-volta até a linda cidade praiana e medieval“)

jananat
O Jnanat Aicha Guesthouse é um riad cheio de estilo e com atendimento personalizado.
jnanat aicha 2
No Jnanat Aicha Guesthouse é possível ter uma vivência verdadeiramente marroquina.

____________________________________________________

Post apoiado – Esta viagem foi parceria com a empresa Ppath Morocco e Marhaba Vamos a Marrocos que organizaram de Marrakech ao Deserto de Merzouga. O Viajando por Aí agradece todas as parcerias realizadas. Temos sempre o compromisso com nossos leitores e telespectadores de mantermos a transparência da experiência que tivemos e dos serviços oferecidos. 

________________________________

Deixe o seu comentário e compartilhe com a gente a sua viagem para te conhecer melhor.

Procure pela hashtag que usamos nas redes sociais Facebook Instagram#vpaemmarrocos

Inscreva-sem no nosso Canal You Tube e seja avisado dos novos episódios! Ah, aproveita e dá um like para ajudar nas visualizações. Obrigada!

________________________________

Planeje a sua viagem para Marrocos

Se você gosta das nossas dicas, planeje sua viagem pelos links indicados. Você não paga nada mais por isso e ainda fornece uma pequena comissão ao blog.

booking

booking

BOOKING.COM, pagando em moeda local, sempre com garantia de menor preço e opção de cancelamento gratuito.

SEGUROS PROMO. Faça seu Seguro Viagem utilizando o código VIAJANDOPORAI5, você recebe 5% de desconto adicional e ainda pode parcelar em até 12 vezes no cartão de crédito ou com 5% de desconto adicional no pagamento com boleto bancário. Lembre-se que o seguro viagem é OBRIGATÓRIO NA EUROPA, mas recomendado em todos os países do mundo.

 

Outros post sobre Marrocos:

Gostou? Compartilhe!

Facebooktwittergoogle_pluspinterestmail

Comment(20)

  1. que dias incriveis. Realmente, essas empresas ajudam muito, principalmente quando a cultura é muito diferente! Fiquei impressionada, não sabia que tinha um bairro judeu em Marrakech, e já vi que vou pirar nos mercados e nas praças! adorei a passagem de voces pela cidade vermelha

  2. As cores e formas do Marrocos me encantam. Nao sei pq, mas eu achava que as hospedagens por l eram mais rusticas e antigas. me supreendi com algumas opcoes! lugares luxuosos e relaxantes! amei

  3. Fui lendo e me apaixonando por Marrakech com seu post. Você sentiu muito choque cultural? Se você tivesse mais 02 dias por lá, o que acrescentaria no roteiro?

  4. Olá, estou impressionado com a quantidade de coisas que conseguiram conhecer bem em tão pouco tempo, já salvei aqui o contato da Ppath Morocco para qnd eu for lá 😉

  5. Vcs fizeram milagre com o tempo hein ? Pra apenas dois dias na cidade o roteiro ficou muito bom, com direito até a uma tarde relax kkkkk. Valeu por todas as dicas :).

  6. A cidade das cores, sabores e aromas! Todos os relatos que já li sobre Marrakech falam muito bem da cidade. Pra conhecer a cidade com calma vc acha que uns 4 dias é suficiente? Me amarrei no Jnanat Aicha Guesthouse, sempre muito bom a imersão no dia a dia dos locais né?

  7. Uma passagem rápida, mas bem intensa por Marrakech! Não sabia que dava para ver tanta coisa em apenas 2 dias! Pensei em ficar 3, teria algo mais para conhecer, super interessante?

  8. Uma das coisas mais legais deste roteiro é que vcs incluíram algumas atividades fora da rota turística habitual e das quais nunca havia ouvido falar, como a visita ao Jardim Secreto e a aula de culinária. Ao mesmo tempo, não deixaram de visitar os principais pontos turísticos da cidade. Adoro este tipo de combinação em uma viagem. Outro aspecto interessante são os elogios à agência de viagem. Eu sempre tenho lido boas recomendações das agências no Marrocos. E estou até pensando seriamente em contratar uma (logo eu que sempre tento fugir das agências). Espero que minha ideia de ir ao Marrocos em 2019 dê certo! Valeu pelas dicas!

  9. marrakech é realmente um lugar impressionante! E lendo seu post, vendo suas fotos só fiquei com mais vontade de conhecer!! Adorei as dicas!! As cores desse lugar e energia! parece ser incrível.

  10. Amando esse lugar, que lindo.
    A Mesquita Koutoubia é uma graça.

    Lindo esse riad Les Ammonites. E a comida, parece ótima! Babando por aqui. Até a comida é colorida hehehe.

    Eu ia enlouquecer nesse mercado! Ia querer comprar tudo. É barato?

    E que sonho esse Jardim Secreto! Visita imperdível hein.

    Adorei seu post repleto de dicas, muito show!

    Bjs

    1. Oi Caroline, Sem duvida nenhuma Marrocos foi um dos países mais marcantes e lindos que já visitamos. Tudo é barato e realmente tem que se segurar para nao carregar o pais inteiro na mala. Obrigada por nos seguir!

Deixe uma resposta